USG C/ DOPPLER COLORIDO DE MAMAS

Para Que Serve

O ultrassom com doppler colorido de mamas serve para identificar a presença de vascularização em nódulos mamários. Geralmente, é feito de forma a complementar outros tipos de exames, como a mamografia, pois fornece informações mais detalhadas sobre a natureza de um nódulo já identificado.

Informações Para Atendimento

Chegar com 30 minutos de antecedência do horário agendado. É obrigatório trazer documento de identificação. Trazer exames anteriores da região a ser examinada.

Restrições de Idade

Cliente menor de 18 anos (17 anos 11 meses e 29 dias) é obrigatório a presença de um responsável legal para a realização do exame.

Informações de Agendamento

É necessário agendamento para este exame. Para ter um atendimento rápido e com prioridade, agende seus exames online e confira.

Orientações Gerais

Para esse exame não existe nenhuma orientação.

Informações de Jejum

Para esse exame não é necessário jejum.

Preparo Geral

Para esse exame não existe nenhuma orientação.

Slider

Dúvidas Frequentes

O ultrassom com doppler colorido de mamas serve como auxílio diagnóstico nas lesões palpáveis da mama como tumores, queixas de mastalgia (dores nas mamas), rotina ginecológica e principalmente na complementação diagnóstica de algum achado positivo no exame mamográfico.

Em uma ultrassonografia, uma sonda envia as ondas sonoras e recebe o eco das ondas. À medida que as ondas ricocheteiam em órgãos, fluidos e tecidos internos, essa sonda recebe qualquer mudança na intensidade ou direção do som. Em seguida, ela transforma isso em imagens que são transmitidas instantaneamente em um monitor.

Dessa maneira, no ultrassom de mamas é possível diferenciar se um tipo de nódulo é sólido ou cístico, se há suspeita de malignidade ou se faz parte da composição anatômica normal da região.

Sempre que o médico ginecologista, pediatra ou clínico geral achar necessário para guiar um diagnóstico. Não há faixa etária que restrinja sua aplicabilidade.

Não há nenhum risco para o paciente por se tratar de uma técnica que não utiliza radiação ionizante e não causa efeitos colaterais danosos. É um procedimento seguro e pode inclusive ser realizado em mulheres grávidas.